O desenvolvimento de cosméticos vem despertando cada vez mais o interesse de profissionais e empreendedores, visto que se trata de um mercado competitivo e em expansão. Mas, para conseguir atuar nesse ramo, é preciso estudar e compreender as etapas que levam ao seu desenvolvimento , de forma a garantir uma formulação inovadora e que se destaque frente aos concorrentes. Quer saber como otimizar o desenvolvimento de seus cosméticos? Venha conferir o conteúdo que preparamos sobre o assunto!

Qual o objetivo do desenvolvimento de um cosmético?

O processo de desenvolvimento de uma formulação cosmética tem como base a identificação das carências e expectativas do mercado consumidor, de modo a auxiliar no planejamento de um produto que envolva soluções que satisfaçam esses requisitos. Além disso, o desenvolvimento de um cosmético deve também avaliar a implementação de características inovadoras, dispor de preço e qualidade adequados e abranger certa agilidade para introduzir o produto no mercado visto a concorrência do mesmo.

Quais as etapas que envolvem este processo?

A transformação de uma ideia em um produto cosmético final abrange um fluxo de etapas, as quais estão, resumidamente, descritas a seguir.

1. Planejamento do produto

A primeira etapa é a geração de ideias promissoras a respeito do produto que se deseja desenvolver e quais características ele deverá conter. Nesse contexto, é imprescindível a realização de pesquisas básicas a fim de estudar as matérias primas a serem utilizadas no cosmético e quais técnicas de formulação são as mais adequadas para a sua produção, além de fazer uma pesquisa de mercado a fim de analisar os produtos concorrentes daquele em desenvolvimento, de forma a conhecer o que desperta o interesse do consumidor na hora da compra.

2. Geração do conceito

Após a identificação das necessidades do mercado alvo, estas devem ser traduzidas em conceitos para a descrição do seu produto. Sendo assim, deve-se elaborar o perfil do seu cosmético com base nos atributos essenciais, levando em consideração fatores estéticos, benefícios e estratégias de marketing.

3. Desenvolvimento da formulação cosmética

Uma vez definido o conceito do produto final desejado, inicia-se o processo de elaboração da formulação cosmética. Vale ressaltar, nesse momento, que cada cosmético apresenta componentes básicos em sua formulação, os quais geralmente não se alteram. Dessa forma, é essencial pesquisar sobre os componentes base do seu produto e avaliar quais outros ingredientes são necessários serem adicionados a formulação para garantir a inovação através das características específicas que o cosmético irá oferecer ao público consumidor. Por último, também é importante estudar e compreender as etapas de produção desse cosmético, avaliando quais vidrarias e maquinários ele requer para a sua fabricação, seja em pequena ou larga escala.

4. Produção de um protótipo

Uma vez estabelecido o papel de cada componente da formulação, o processo de produção e qual o diferencial do seu produto, são preparados, então, protótipos com o objetivo de avaliar a estabilidade e a funcionalidade do cosmético antes da sua produção em uma escala maior. As propriedades mais importantes a serem avaliadas em um cosmético são o pH, a viscosidade, a densidade e as características organolépticas, as quais garantem uma experiência agradável e prazerosa ao consumidor. Além disso, outros testes também são realizados para analisar se o cosmético se encontra de acordo com as exigências regulatórias da ANVISA para que seu registro ou notificação seja possível de acordo com o grau em que se classifica (Grau I ou Grau II), Dentre eles estão o teste de estabilidade acelerada, eficácia e segurança.

Quer saber mais sobre os testes de estabilidade? Temos um conteúdo sobre isso em nosso blog, clique aqui!

Você conhece os Testes de Prateleira, Compatibilidade e Transporte? Para saber mais, clique aqui!

5. Implementação de ajustes

Após a elaboração dos testes e entendendo um pouco mais sobre a sua formulação, alguns ajustes podem ser feitos visando melhores resultados. Nesse momento, a proporção dos ingredientes da formulação pode ser alterada, assim como adição de outros componentes na formulação também pode ser feita. Então, a formulação com seus ajustes deve novamente ser sujeita aos variados testes descritos no item 4.

6. Registro e comercialização do produto

O processo de desenvolvimento de cosméticos é finalizado com o registro ou notificação do produto na ANVISA e posterior comercialização do mesmo após a aprovação pelo órgão regulatório. Portanto, após a implementação de todas as etapas desse processo, o cosmético é capaz de dispor de requisitos de qualidade, segurança e hipoalergenicidade, despertando o interesse do consumidor.

Quer saber mais sobre o registro de cosméticos na Anvisa? Clique aqui.

Entenda a diferença entre registro e notificação de cosméticos pela ANVISA, clicando aqui!

Tem interesse em desenvolver um cosmético? Entre em contato conosco, clicando aqui!
Nós da Farmacon Jr auxiliamos em todo o processo de desenvolvimento para chegar a uma formulação ideal do seu cosmético de interesse. No entanto, não nos responsabilizamos pela produção e comercialização do mesmo.

Referências:

Conheça as 7 etapas para o desenvolvimento de cosméticos

http://legacy.unifacef.com.br/quartocbs/arquivos/38.pdf

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos e promoções exclusivas?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!