As diferentes tarjas estão relacionadas aos efeitos que os medicamentos provocam no organismo. Assim, os medicamentos foram classificados de acordo com o grau de risco que o seu uso pode trazer aos pacientes. Conhecer o significado dessas tarjas é muito importante para a prescrição, dispensação e orientação dos pacientes em relação aos medicamentos, para saber mais sobre o assunto leia nosso texto abaixo.

Existem várias categorias de medicamentos, desde Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs), que não precisam de receita para sua compra por serem medicamentos com mais segurança em relação ao seu uso, até os medicamentos com tarja preta, que exigem maior controle por apresentarem vários efeitos colaterais e reações adversas. Conheça todos os tipos de tarjas e suas diferenças.

Não tarjados

Os medicamentos sem tarja também são conhecidos como Medicamentos Isentos de Prescrição (MIP). Esses fármacos podem ser dispensados sem a prescrição de um médico, pois os princípios ativos são inócuos, ou seja, de baixa toxicidade; além disso, apresentam poucos efeitos colaterais quando usados de maneira correta e seguindo as instruções da bula. Os MIPs são usados para tratar sintomas menores como resfriados, azia, micoses, má digestão, dores de cabeça, entre outros. 

É importante ressaltar que apesar dos MIPs serem mais seguros, comparados aos outros medicamentos, o seu uso não deve ser recorrente e não é recomendado a automedicação. Por isso, deve existir uma relação entre o farmacêutico e o paciente para que haja uma orientação adequada. 

Para conhecer mais sobre os MIPs clique aqui!

Tarja Vermelha

A tarja vermelha indica que o medicamento oferece risco intermediário ao paciente e que só deve ser usado mediante recomendação médica. Na embalagem está escrito “venda sob prescrição médica”, pois são medicamentos que possuem contra-indicações e efeitos colaterais graves. Ainda, é visto dois tipos de classificação para os medicamentos com tarja vermelha, sendo eles os que precisam de retenção da receita e os que não precisam.

  • Tarja vermelha sem retenção da receita:

Medicamentos que necessitam da prescrição médica para serem vendidos, por possuírem o risco de efeitos colaterais graves, mas que não requerem a retenção da receita da farmácia ou drogaria).

  • Tarja vermelha com retenção da receita:

Esses medicamentos, além de precisarem de prescrição médica para sua venda, também necessitam com que sua receita fique retida pelo farmacêutico. Em sua tarja está impresso “Venda sob prescrição médica – só pode ser vendido com retenção” por serem psicotrópicos, ou seja, medicamentos que podem causar dependência e trazer muitos efeitos colaterais e contra-indicações. Além disso, só podem ser vendidos com receituário especial de cor branca.

Tarja Preta

Os medicamentos classificados com tarja preta podem apresentar mais efeitos colaterais, dependência, como também ações estimulantes e sedativas no sistema nervoso central, sendo capazes de provocarem dificuldades de concentração, alterações de apetite e peso, confusão mental, taquicardia, desequilíbrio emocional, entre outros. 

Também são chamados de psicotrópicos ou entorpecentes, e em sua tarja está escrita “ Venda sob prescrição médica – o abuso deste medicamento pode causar dependência”. Tais fármacos apenas podem ser vendidos com receituário especial de cor azul, além de ser necessário que a receita fique retida na farmácia ou drogaria.

Tarja Amarela

Os medicamentos com tarja amarela possuem a descrição com a letra G de genérico, por possuírem os mesmos princípios ativos dos fármacos referência e são indicados para tratar os mesmos sintomas. Podem ser medicamentos que necessitam de apresentação ou retenção de receita, ou os MIP. Por isso, além da tarja amarela, é preciso ter outra classificação, indicando se ele pertence à classe preta ou vermelha. 

Assim para o procedimento de controle, o consumidor deve seguir as mesmas exigências do correspondente original, apresentando a receita apenas se necessário.

Gostou do nosso conteúdo? Quer saber mais sobre nossa empresa? Está precisando de treinamento para os funcionários de sua farmácia? Clique aqui para entrar em contato conosco.

Fontes:

O que significam as Tarjas dos Medicamentos – Farmacêutico Digital

Tarjas dos medicamentos: entenda o significado – Guia da Farmácia

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos, promoções exclusivas e um ebook especial sobre a COVID-19 e seus cuidados?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!