A Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, isto é, a tabela TACO, é uma importante ferramenta que contribui para a educação nutricional, bem como para garantir a segurança alimentar para os indivíduos. Ficou interessado? Continue lendo para saber mais!

 O que é a Tabela TACO?

A tabela TACO trata-se de um projeto desenvolvido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA/UNICAMP, o qual é financiado pelo Ministério da Saúde e Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome. Este projeto caracteriza-se por reunir informações nutricionais dos alimentos, e dentre os alimentos incluídos estão:

  • Cereais;
  • Frutas, verduras, hortaliças, leguminosas e tubérculos;
  • Nozes e sementes;
  • Gorduras e óleos;
  • Pescados e frutos do mar;
  • Carnes;
  • Leite;
  • Ovos;
  • Bebidas;
  • Alimentos industrializados;
  • Alimentos preparados (Como dobradinha, strogonoff, feijoada etc.).

A formulação da tabela TACO é possível através da realização de metodologias analíticas físico-químicas validadas, utilizando um plano de amostragem representativo dos alimentos brasileiros.

Vale mencionar que a tabela TACO é uma das tabelas citadas pela ANVISA que tratam a respeito da composição química dos alimentos, e necessita ainda ser ampliada e constantemente atualizada. Pode-se citar como outras tabelas também relevantes a TBCA, USDA, Fontes Brasileiras de Carotenóides, Tabela para Avaliação do Consumo Alimentar em Medidas Caseiras, e o próprio site IBGE, por exemplo.

Qual a finalidade dessa tabela?

Esta tabela, é de suma relevância para a determinação das tabelas nutricionais, sendo ainda importantes para profissionais como nutricionistas e médicos nutrólogos, visto que orienta a ciência da dietoterapia. Isso porque, fornece informações a respeito da umidade, energia, lipídeos, proteínas, carboidratos, fibras alimentares, cinzas, vitaminas, minerais, ácidos graxos, aminoácidos, carotenóides, bem como do teor alcoólico.

Por que a tabela TACO é importante?

A tabela TACO apresenta informações a respeito da composição dos alimentos mais consumidos no Brasil. Através disso, é possível controlar a qualidade dos alimentos, e dessa forma contribui para a segurança alimentar, além de permitir a análise a respeito dos principais nutrientes ingeridos pelos indivíduos.

Ademais, a tabela é de grande importância para o estabelecimento de políticas públicas, principalmente no âmbito da epidemiologia, pois sabe-se que há relação entre a dieta e a incidência de doenças. Nesse sentido, conhecendo os componentes nutricionais dos alimentos, pode-se propor o tratamento de doenças pela ingestão adequada dos nutrientes necessários.

Além disso, essa ferramenta ao passo em que permite o desenvolvimento de tabelas nutricionais, possibilita que os consumidores possam comparar os alimentos que estão comprando, e conhecer a composição do que estão ingerindo. E ainda sob esse enfoque, pode-se dizer que a tabela TACO por permitir a formulação de tais tabelas nutricionais, também é vantajosa para varejistas e comerciantes, tendo em vista que são recursos que contribuem para o aumento de vendas, clique aqui para saber mais a respeito.

Quero desenvolver minhas tabelas nutricionais com base na Tabela TACO, o que faço?

Se você se interessou em desenvolver suas tabelas nutricionais baseadas em informações alimentícias seguras e validadas, a Farmacon Jr. pode te ajudar! Entre em contato conosco clicando aqui.

Referências:

NEPA/Unicamp

Promtec

Blog Dietbox

Olá! Clique aqui para entrar em contato com nossa assessora!