“Vou ali na farmácia…” é uma expressão comumente utilizada quando uma pessoa se refere em ir a uma drogaria. Assim, frequentemente as palavras “farmácia” e “drogaria” são utilizados como sinônimos, quando na verdade não são. E você, quer saber quais as diferenças entre estes estabelecimentos? Confira o conteúdo abaixo!

Qual a definição de farmácia e drogaria? 

Segundo a lei Nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973, a farmácia é um “estabelecimento de manipulação de formas magistrais e oficinais, de comércio de drogas e medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica”. Ou seja, a farmácia é um estabelecimento que realiza a dispensação de medicamentos e, além disso, pode manipular formulações e comercializá-las, como acontece nas farmácias de manipulação. 

Nessa mesma lei também tem a definição de drogaria, a qual é um estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais

Para saber mais sobre o que é a dispensação farmacêutica clique aqui!

Quais as principais diferenças entre farmácia e drogaria

A principal diferença entre a farmácia e a drogaria é a manipulação de fórmulas que a primeira pode realizar. As farmácias possuem um laboratório onde podem preparar as fórmulas prescritas por profissionais, como médicos, dentistas e veterinários. 

Além disso, uma outra diferença é que somente a farmácia pode dispensar plantas medicinais. 

Quais as principais semelhanças entre farmácia e drogaria

A farmácia e a drogaria também apresentam algumas semelhanças. De acordo com a lei Nº 13.021, do dia 8 de agosto de 2014, é obrigatório a presença de um farmacêutico inscrito no Conselho Regional de Farmácia durante o horário de funcionamento.

Além disso ambas precisam da autorização e licenciamento da vigilância sanitária local, como apresentados no artigo 2º da RDC 44/09. 

Pode-se dizer também que a farmácia e a drogaria podem oferecer algumas atividades em comum, tais como: 

  • Perfuração de lóbulo auricular para a colocação de brincos; 
  • Atenção farmacêutica domiciliar; 
  • Aferição da temperatura corporal; 
  • Aferição da pressão arterial; 
  • Aferição de parâmetros bioquímicos; 
  • Administração de medicamentos (injetáveis e por via inalatória).

Agora que você já sabe a diferença, aproveite para compartilhar essas informações com seus amigos e familiares, de modo que ninguém mais tenha essa dúvida!

Gostou do nosso conteúdo? Gostaria de saber mais sobre esse assunto? Entre em contato conosco clicando aqui