Escolha uma Página

Entender como funciona seu estoque é algo que pode gerar dúvidas. Dentre inúmeros medicamentos e outros produtos que podem ser comercializados na farmácia, alguns apresentam maior saída que outros e é justamente compreendendo essa logística que o estoque passa a ser melhor gerenciado. Pensando nisso, venha entender mais como otimizar esse processo com a curva ABC!

O que é a Curva ABC?

É um método que permite categorizar seus produtos por ordem de relevância, de forma a destacar quais deles são responsáveis por parte significativa do seu faturamento mensal.

Também conhecida como Análise de Pareto, a Curva ABC se resume na seguinte análise: identificar quais dos produtos que você comercializa são responsáveis pela majoritária porcentagem das suas vendas. A teoria do economista Vilfredo Pareto indica que 80% da receita de um estabelecimento está concentrada em apenas 20% dos produtos.

Como fazê-la?

Primeiramente, para fazer a curva ABC, é necessário listar todos os produtos comercializados no seu estabelecimento. Nessa listagem, é importante destacar o valor unitário de cada produto, a quantidade vendida de cada um deles e o valor final que cada produto gera de lucro.

É importante salientar que essa lista pode levar em consideração o período de vendas do último mês, do último ano ou até mesmo da última semana para uma análise mais rápida. 

Feito isso, é possível estabelecer a seguinte relação:

Classe A: encontram-se aqui os produtos de maior importância, que representam cerca de 20% do total de produtos do estabelecimento. São responsáveis por 80% das vendas, e devem estar disponíveis em maior quantidade no estoque;

Classe B: aqui estão os aqui os produtos de importância intermediária, representando cerca de 30% do total de produtos do estabelecimento. São responsáveis por 15% das vendas;

Classe C: aqui estão os produtos de menor relevância, que correspondem a cerca de 50% do total de produtos do estabelecimento. São responsáveis por apenas 5% das vendas.

Curva ABC

Qual a importância da análise do resultado da Curva ABC?

De forma geral, conhecer melhor seu estoque permite identificar a demanda de cada um dos produtos. Dessa forma, os que apresentam maior demanda não podem faltar na sua farmácia. Já os de menor demanda são menos essenciais, não sendo necessário a compra de muitas unidades dos mesmos com frequência.

Além disso, os produtos que você mais vende (Classe A) devem sempre estar disponíveis no seu estabelecimento. Desta forma sobem as chances do seu cliente realizar a compra em sua farmácia e não em seu concorrente.

Já os produtos das Classes B e C, por mais que não tragam a maior porcentagem do faturamento, fazem da sua farmácia mais completa e proporciona um atendimento mais variado de acordo com as necessidades de cada consumidor, Logo, basta saber quais são esses produtos e em qual quantidade adquiri-los para melhorar a eficiência do seu estoque e evitar prejuízos.

 

Gostou do nosso conteúdo? Nós podemos te ajudar a criar e personalizar sua própria Curva ABC! Entre em contato conosco clicando aqui!