Com o aumento dos casos de Covid-19, a ANVISA permitiu a realização do teste rápido nas farmácias. Venha se informar melhor à respeito e confira esse conteúdo que preparamos para você!

Como funciona o teste rápido para Covid-19

No atual momento de pandemia que estamos vivenciando, uma série de testes para o diagnóstico do novo coronavírus foram e estão sendo desenvolvidos para identificar se um paciente encontra-se ou não infectado com a Covid-19. Entretanto, muitos deles são relativamente demorados para revelar o resultado, pois são baseados na genética e na biologia celular para fazer o diagnóstico.

Com isso, para que esse teste diferencial pudesse ser realizado de forma mais rápida, os testes rápidos foram elaborados. Ele se baseia na resposta imune do paciente para fazer o diagnóstico. Partindo-se de uma amostra de sangue, soro ou plasma fornecida pelo mesmo, é realizada uma reação química entre a amostra e o material biológico presente no kit, gerando uma coloração em caso positivo.
De forma mais detalhada, esse exame informa se o paciente entrou em contato ou não com o vírus. Uma vez que quando em contato, o organismo começa a produzir anticorpos como elementos de defesa. Assim, esses anticorpos, quando presentes reagem com o antígeno presente no kit, ou seja, com a substância responsável por desencadear a doença (Sars-CoV-2), e geram uma coloração que confirma o contato da pessoa com o vírus.

Toda farmácia pode realizar o teste rápido?

A decisão da venda de testes rápido em farmácia foi feita pela a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa medida permitiu que farmácias apliquem testes rápidos para a Covid-19 em todo o Brasil. Diante dessa nova possibilidade, as farmácias de manipulação do Brasil se preparam para oferecer mais esse serviço à população.

A permissão para que as farmácias, sejam elas drogaria ou farmácia de manipulação, apliquem os testes rápidos para Covid-19 em todo Brasil foi concedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Essa medida foi tomada em 28 de abril de 2020 através da RDC 377.A ANVISA disponibilizou orientações para a utilização dos testes rápidos pelas farmácias privadas durante o período de pandemia (Nota Técnica 97/2020).

Essa decisão permite a venda dos testes nas farmácias, mas cabe ao estabelecimento adotar ou não essa medida, pois não se trata de um serviço obrigatório. Caso a medida seja adotada pela farmácia, a mesma deve apresentar licença sanitária e autorização para funcionamento, como também seguir as normas de qualidade já aplicadas aos demais testes laboratoriais.

O que saber antes de fazer o teste rápido de farmácia

O paciente, antes de realizar o teste para Covid-19, deve estar ciente sobre algumas ressalvas. Uma delas é que é necessário aguardar alguns dias para fazê-lo desde o momento em que começou a apresentar os sintomas da doença, pois para que os anticorpos sejam identificados no teste é preciso cumprir sua janela imunológica. Assim, cabe a farmácia passar essas informações aos seus clientes e orientá-los a fazer o teste quando os sintomas forem persistentes.

Outra ressalva que o paciente deve saber é que o teste rápido feitos pelas farmácias não é tão específico como os testes realizados por técnicas de biologia molecular feitos em laboratório. Portanto, esse teste deve servir para o paciente como uma triagem para o acompanhamento médico. Sendo necessário realizar o exame laboratorial para a confirmação do diagnóstico.

Além disso, o teste deve ser realizado pelo farmacêutico e deve seguir as Boas Práticas Farmacêuticas. Assim, cabe a esse profissional dar as devidas orientações ao paciente.  Em caso de resultado negativo, as recomendações para o isolamento social devem ser mantidas, pois o resultado do teste pode ter sido falso-positivo. Já em caso de sintomas persistentes e resultado positivo, o paciente deve procurar um médico e refazer o teste em laboratório, se necessário.

Ficou curioso para mais informações sobre o Covid-19? Confira nosso outros posts aqui. Caso tenha interesse em consultoria para sua farmácia clique aqui.

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos, promoções exclusivas e um ebook especial sobre a COVID-19 e seus cuidados?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!