Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus, assuntos sobre soros e vacinas vêm sendo abordados cada vez mais nos dias de hoje. Ambos possuem a função de imunização, porém são utilizados em situações diferentes. Quer saber mais sobre o assunto? Leia nosso texto logo abaixo!

 

O que são? 

O soro serve como tratamento para quem teve contato com o vírus, bactéria ou toxina referente àquele soro, fornecendo a cura para a doença em questão. 

Assim, ele contém anticorpos já prontos para serem utilizados, por isso, é considerado uma imunização passiva. Dessa forma, após um tempo os anticorpos são eliminados e a proteção acaba, não sendo possível que nosso organismo produza novos.

Por sua vez, a vacina funciona como uma proteção de longa duração, já que é uma aplicação de “informações” do microrganismo, que estimula o corpo a produzir seus próprios anticorpos contra ele. Por isso, ela é chamada de imunização ativa, uma vez que instiga o corpo a produzir células de memória que irão se lembrar do microrganismo, caso um dia o corpo entre em contato com a doença. Assim, estando com a vacinação em dia, o corpo irá reagir com maior rapidez no combate à doença, eliminando-a antes mesmo de surgirem os sintomas. 

 

Como são produzidas? 

A vacina pode ser produzida de diferentes maneiras, sendo feita a partir de insumos (microorganismos inativados, atenuados, ou até mesmo por parte deles) que irão servir de informação para que o corpo possa produzir a memória imunológica. 

Por sua vez, o soro possui duas formas principais de produção. Primeiramente, ele pode ser feito a partir do plasma de animais, como cavalos, que estarão suscetíveis a vacinas repetidas vezes até que tenham anticorpos suficientes para serem doados a partir de seu plasma sanguíneo. De forma análoga, tem-se a produção a partir da doação de plasma de pessoas que já tiveram a doença no passado e que ainda possuem alta concentração de anticorpos no sangue. 

 

Quando utilizar?

Os soros são imunizantes de curto prazo, sendo crucial apenas quando o corpo não tem tempo para produzir os anticorpos sozinho, como quando o indivíduo já está em contato com o vírus, bactéria ou toxina e precisa de tratamento. 

Já as vacinas devem ser utilizadas como prevenção para doenças pois são imunizantes de longo prazo. Por isso, é importante sempre estar com a vacinação em dia, pois essa é a melhor forma de imunização coletiva contra doenças. Não deixe de se vacinar! 

 

Gostaria de estar mais preparado para atender e responder a situações cotidianas trazidas pelos clientes em sua drogaria ou farmácia ? Entre em contato conosco clicando aqui.

 

Referências

Laboratório São José 

Só Biologia 

Vacinas

 

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos, promoções exclusivas e um ebook especial sobre a COVID-19 e seus cuidados?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!