Durante o inverno, a baixa umidade do ar e as temperaturas mais frias levam à diminuição na transpiração corporal, isso faz com que a pele fique mais seca. Além de que, nesta época é comum tomarmos banhos mais quentes, que removem a oleosidade natural de forma mais intensa. O clima frio e seco pode deixar a pele com aspecto esbranquiçado, o que indica a desnaturação das proteínas. Para saber mais como cuidar da sua pele no clima frio, confira nosso texto!

Quais os cuidados com a pele seca no inverno?

A hidratação é a melhor forma de evitar o ressecamento no clima frio. Então, no inverno, quem tem pele seca precisa de cuidados especiais, porque a estação tende a ressecar muito mais a pele, sendo necessário redobrar a hidratação e utilizar hidratantes mais potentes.

Alimentação adequada

Para manter uma pele hidratada o ideal é consumir legumes, hortaliças e frutas, alimentos que são fontes de vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres, prevenindo o envelhecimento da pele, como podemos conferir em nosso post do Instagram. A soja é outro alimento que pode ser adicionado à dieta, pois é rica em isoflavonas – substâncias que evitam o ressecamento e melhoram a elasticidade da pele, assim como castanhas, nozes e amêndoas, que são ricas em vitamina E, selênio e antioxidantes, importantes aliados para manter a pele saudável e bonita. 

Durante o inverno, é muito comum que as pessoas diminuam a ingestão de líquidos, porém, manter a ingestão de água é extremamente importante para conservar a hidratação da pele e de todo o organismo que, naturalmente, fica debilitado por causa do clima frio. Um corpo hidratado apresenta uma pele macia e elástica.

Procedimentos Dermatológicos

O inverno é uma boa época para realizar alguns tratamentos dermatológicos que requerem que o paciente evite a exposição ao sol, como peelings, tratamentos a laser etc. Procedimentos de depilação a laser também são indicados para esta estação. Tratamentos com ácido devem ser evitados, pois a pele precisa manter a hidratação.

Evite banhos muito quentes e demorados

Por mais tentador que seja tomar um banho bem quente no inverno, a água morna é mais vantajosa para manutenção de uma pele boa em vez da quente, já que evita danos à camada protetora da pele. Além disso, é recomendável utilizar sabonete neutro e evitar o uso de esponjas e buchas muito ásperas, que agravam ainda mais esse efeito. Outro motivo para evitar banhos muito quentes é que eles podem causar a descamação do couro cabeludo.

Proteja os lábios contra o frio

A pele dos lábios é muito fina e delicada, sofrendo ainda mais com o ressecamento. Por isso, recomenda-se utilizar um hidratante labial várias vezes ao dia, protegendo-os contra o frio, o vento e a baixa umidade do ar. 

Umedecer os lábios com saliva pode até proporcionar alívio temporário, mas esse hábito tende a ressecá-los ainda mais.

Aplique o protetor solar todos os dias

A radiação UVB, que é a maior causadora das queimaduras, é mais intensa no verão. Entretanto, os raios UVA, que aceleram o envelhecimento e aumentam ainda mais o risco de câncer de pele, têm a mesma intensidade o ano todo. Por isso, o protetor solar deve ser utilizado diariamente mesmo no inverno, inclusive em dias nublados. Escolha um produto adequado para o seu tipo de pele, assim como mostramos no post sobre qual o mais FPS adequado.

Se interessou pelo nosso texto? Venha conhecer um pouco mais sobre os nossos serviços clicando aqui.

Referências:

Sallve

Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) 

MedPrev 

Olá! Clique aqui para entrar em contato com nossa assessora!