A consulta farmacêutica é uma forma acessível, segura e eficaz para o tratamento de sintomas clínicos de doenças e identificação de possíveis interações medicamentosas. Assim, ela possui um papel vital na sociedade, promovendo saúde e bem estar para todos, além de auxiliar no combate a automedicação. Quer saber mais? Leia nosso texto abaixo!

O que é uma consulta farmacêutica? 

A consulta farmacêutica se baseia em uma conversa entre paciente e farmacêutico, sendo muito semelhante à uma consulta médica usual. Entretanto, quando existe carência de acesso aos médicos, há uma grande probabilidade do indivíduo optar pela automedicação, tomando decisões de tratamento equivocadas, com pouca segurança e efetividade. 

Dessa forma, a consulta farmacêutica é uma opção interessante aos pacientes, pois segue os princípios éticos dos profissionais farmacêuticos, a fim de obter o melhor resultado a partir da farmacoterapia, fornecendo assim uma indicação de tratamento, com o objetivo de promover a saúde e o bem estar do paciente, fornecendo um tratamento bem sucedido, de uma forma segura e acessível. 

Nesse sentido, o profissional checa quais são os sintomas relatados pelo paciente e pode realizar uma indicação de fármacos para o uso consciente. 

Farmacêuticos podem prescrever medicamentos?

Depende! Farmacêuticos podem prescrever MIP’s (Medicamentos Isentos de Prescrição). Ou seja, medicamentos que a pessoa pode acessar facilmente através de uma farmácia, porém, quando não há indicação de um profissional da saúde, pode não ser eficiente e até mesmo causar problemas maiores. Nesse sentido, em uma consulta, o profissional poderá indicar qual é o melhor medicamento para determinada queixa ou doença do paciente, assim como quantidades e doses diárias, por exemplo. 

Quer saber mais sobre os MIP’s? Clique aqui!

Além disso, para os casos que o paciente necessita de medicamentos que requerem prescrição médica, o farmacêutico poderá escrever uma carta ao médico indicando porquê a prescrição do mesmo pode ser eficaz. 

Importância da consulta 

Medida Emergencial

Segundo dados fornecidos pelo IBOPE, foi constatado que existe uma grave falta de orientação de saúde para a população brasileira. Conforme a pesquisa, 20% dos entrevistados são portadores de doenças crônicas (hipertensão e diabetes) e, entre eles, 53% não segue as recomendações clínicas corretamente e 22% não costuma concluir os tratamentos. 

Portanto, é urgente a valorização do farmacêutico e dos profissionais da saúde de modo a orientar a população para um estilo de vida mais seguro e saudável. Assim, a consulta farmacêutica possui esse papel, promovendo saúde principalmente para populações com difícil acesso médico.

Automedicação

A falta de assistência faz com que a população tome suas próprias decisões de tratamento com os MIP’s, os quais passam a escolher terapias que além de ineficazes, possuem o risco de implicar em desfechos negativos na saúde do indivíduo, podendo até mesmo favorecer o agravamento da condição clínica, gerando novos problemas de saúde e, consequentemente, retardando o diagnóstico precoce e o início de uma terapia eficaz e segura.

Gostaria de saber como implementar a consulta farmacêutica na sua farmácia? Entre em contato com a gente clicando aqui!

Referências 

https://www.assistenciafarmaceutica.far.br/consulta-farmaceutica-ajuda-reduzir-riscos/ 

https://www.farmaciaeficacia.com.br/consulta-farmaceutica 

 

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos, promoções exclusivas e um ebook especial sobre a COVID-19 e seus cuidados?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!