Os cosméticos probióticos têm poder de fortalecer a microbiota da pele e resolver desordens cutâneas, confira abaixo como esses novos produtos funcionam e como podem ser uma novidade no mercado alavancando os negócios.

O que é o microbioma da pele?

A pele humana possui uma função de proteção para o corpo, funcionando como uma barreira para agentes externos, como microrganismos agressivos e substâncias tóxicas que podem ser deletérios para a saúde. Estudos recentes comprovam que existem diversas comunidades de microrganismos vivendo em simbiose nas camadas da pele, justamente para proteger o corpo. Essa comunidade de bactérias, fungos e até vírus é conhecida como microbioma da pele.

Existem variações nos microbiomas individuais, cada pessoa tem uma taxa de microrganismos em sua pele, sendo evidente que um microbioma maior e mais diversificado é mais saudável. Fatores como o pH, exposição ao sol, quantidade de sebo, temperatura, umidade e uso frequente de antibióticos podem influenciar nessas comunidades, fazendo com que o equilíbrio da flora cutânea se perca, ocasionando em maiores riscos de se desenvolver doenças de pele como dermatite atópica, eczema, psoríase entre outras.

O uso tópico diário de cosméticos, produtos de limpeza e sabonetes também pode influenciar no equilíbrio do microbioma, muitas vezes criando oportunidades para que patógenos possam colonizar a pele. Vários estudos estão sendo realizados para diminuir a incidência de doenças da pele e cada vez mais os cosméticos probióticos se tornam fundamentais para a regulação da saúde cutânea.

O que são cosméticos com probióticos?

Os cosméticos probióticos são feitos com algumas cepas de bactérias vivas, assim como os Lactobacillus, que podem ser aplicados na superfície da pele, sendo extremamente seguros. Com o uso tópico contínuo desses produtos, foi observado uma maior hidratação da pele e efeitos imunomoduladores positivos, auxiliando na proteção contra microrganismos danosos.

Eles podem ser uma nova tendência do mercado?

O ramo de cosméticos é um dos mais lucrativos, novidades nessa área atraem inúmeros clientes, com isso, a tendência de  “beleza e saúde bacteriana” pode ser extremamente rentável para as empresas que estão cada vez mais investindo em pesquisas e desenvolvimentos de novas formulações.

O desenvolvimento de produtos probióticos para a pele é complexo, exigindo muito estudo em relação ao armazenamento, a formulação e quais excipientes deverão ser empregados. Testes físico-químicos também deverão ser feitos para analisar a qualidade dos produtos.

Ficou interessado? A Farmacon Jr pode te ajudar!

Nossa empresa pode auxiliá-lo na pesquisa e desenvolvimento de cosméticos, oferecendo um serviço personalizado e de alta qualidade, realizando todos os testes necessários. Desta forma, trabalhamos para que seu produto possa ser comercializado com qualidade e segurança e conquiste o consumidor. Caso possua alguma dúvida não deixe de entrar em contato conosco, a Farmacon Jr ficará muito feliz em te ajudar!

Fontes

http://www.cosmeticsonline.com.br/2011/revista_digital/cosmetics/2018-04/

http://www.cosmeticsonline.com.br/noticias/detalhes-colunas1/978/microbiota+e+pele

https://www.lucasportilho.com/single-post/2018/09/13/Microbioma-Cut%C3%A2neo-Prebi%C3%B3ticos-e-Probi%C3%B3tico-para-a-Pele

https://www.cleberbarros.com.br/microbiota-da-pele/

 

 

Quer receber atualizações dos nossos conteúdos e promoções exclusivas?

Então inscreva-se agora! Basta informar os dados abaixo. É fácil, rápido e totalmente gratuito!